flores…


Hoje me deparei com uma situação inevitável na vida de qualquer um: a morte. Mais uma vez participei do ritual do velório, sepultamento, toda aquela tristeza e aquele aglomerado de sentimentos que surgem mediante esta situação. Foi o enterro da minha avó que restava, mãe do meu pai. Felizmente existe uma parte dessa história que é reconfortante, mas a saudade que já existe é insuperável.
Num certo momento me veio uma coisa a cabeça sobre as flores, nunca dei flores para a minha avó enquanto viva, hoje, logo hoje, fiz isso. Algo não está certo comigo, e provavelmente com muita gente nesse pedaço de terra, penso que é uma boa hora para rever a forma como tenho demonstrado o quanto gosto de algumas pessoas, as flores murcham rápido, mas o tempo é mais rápido ainda…

Anúncios

0 Responses to “flores…”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: